NOTÍCIAS

10/05/2022

Pelotas Parque Tecnológico convida para a apresentação do projeto Hub de Inovação em Saúde e Biotecnologia



Um projeto ousado, inovador e de destaque nacional está marcando uma nova fase no Pelotas Parque Tecnológico para transformar os serviços de saúde em todo Estado: o Hub de Inovação em Saúde e Biotecnologia, foi lançado para a imprensa em um café da manhã nessa terça-feira (10), às 9h30. Na ocasião, foi apresentado o projeto arquitetônico de expansão do Pelotas Parque, criado pela dDM+ Ateliê de Arquitetura, além dos detalhes sobre o investimento e a atuação de cada parceiro, englobando a Universidade Federal de Pelotas, a Lifemed, o Apl da Saúde de Pelotas e Região, a Prefeitura Municipal de Pelotas e a Fundação
Delfim Mendes da Silveira.

 


Na coletiva, estavam presentes os representantes dos parceiros do projeto: Edgar Mattarredona,Diretor Técnico Científico do Pelotas Parque Tecnológico, Leonardo Reichow, da Lifemed e APL da Saúde de Pelotas e Região, Cesar Bergoli, da Fundação Delfim Mendes da Silveira,
Vinícius Campos, da Universidade Federal de Pelotas, e Gilmar Bazanella, Secretário de Desenvolvimento, Turismo e Inovação de Pelotas. O hub prevê a construção de um espaço com quatro andares no Pelotas Parque que reunirá startups, aceleradoras, incubadoras e parceiros estratégicos para aumentar ainda mais o protagonismo de Pelotas como uma cidade polo na área da saúde em todo Brasil.

 

O projeto, que será coordenado pelo parque tecnológico, já foi aprovado na fase de habilitação do Edital Finep e segue agora para as fases seguintes onde concorre nacionalmente em busca de apoio financeiro. Entre os parceiros envolvidos no hub, estão ainda Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), HELPER, IFSUL, Hospital Universitário São Francisco de Paula (HUSFP), Sindicato das Empresas de Informática do RS (SEPRORGS), Stars Aceleradora, Ventiur Aceleradora, Contronic, Faculdade Senac, Sebrae, Rede SulBiotec, Conselho Superior Socioeconômico de Desenvolvimento e Inovação de Pelotas, Coinpel, CIPEL, Embrapa, Associação Comercial de Pelotas, Universidade Católica de Pelotas, Corede Sul, COPES e a Associação dos Municípios da Zona Sul (AZONASUL).

 

 

Sobre o Pelotas Parque Tecnológico
O Parque, criado oficialmente em 2016, é gerido pela TECNOSUL - Parque Científico e Tecnológico, uma associação civil sem fins lucrativos de direito privado, caráter científico, tecnológico, educacional e cultural. Possui um Conselho de Administração (Consad), eleito a cada três anos, e atua em três grandes áreas nas quais o município já se destaca como polo: tecnologia da informação e comunicação; tecnologia em saúde e indústria criativa. Atualmente, 63 empresas atuam no Pelotas Parque Tecnológico, sendo 23 instaladas nas áreas geridas pelo Parque, sete no coworking, 15 incubadas, 18 pré-incubadas.


Entre as incubadoras estão a Conectar, Incubadora de Base Tecnológica da UFPel; CIEMSUL, incubadora de empresas multissetorial da UCPel e SENATEC, destinada às empresas júnior. Ainda, existem 23 instituições parceiras. O Parque oferece espaço coworking, com área gastronômica para 55 pessoas, auditório para 230 pessoas, duas salas de reunião e capacitações e estacionamento para 65 carros. Ao todo, o Pelotas Parque gera 267 empregos diretos e 638 indiretos.

 

 

INFORMAÇÕES PARA IMPRENSA
Tatiane Mizetti (Conrerp/4ª 2820) – 51 99235-8086
reverso@reversocomunicacao.com.br


Camila Costa
estrategia@reversocomunicacao.com.br
Reverso Comunicação Integrada (Conrerp/4ª PJ116)
www.reversocomunicacao.com.b

voltar