NOTÍCIAS

01/02/2018

SEPRORGS faz doação a SOS - Casas de Acolhida



O SEPRORGS realizou na quinta-feira, 01/02, a entrega de donativos a SOS - Casas de Acolhida, em Porto Alegre.

 

 

 

As doações incluíram fraldas, leite, achocolatado e material de limpeza.

 

 

 

A entrega contou com a presença do presidente do SEPRORGS, Diogo Rossato, da promotora  de Justiça da Infância e Juventude de Porto Alegre,Cinara Vianna Dutra, do gerente de TI do  CIEE-RS e idealizador do Projeto Pais de Coração, voltado ao incentivo da adoção, Nilson Ayala Queiroz, e da coordenadora da Casa de Acolhida, Suzana Vicente.

 

 

 

“Creio que seja fundamental estarmos próximos e apoiarmos ações sociais como estas. Mais do que ajudarmos e amenizarmos a ausência dos pais que estas crianças sentem, por meio de carinho e atenção, tomamos conhecimento do quão difícil é e quanta burocracia existe em um processo tão complexo como o da adoção”, afirma Rossato.

 

 

 

O presidente destaca que, em conversa com a Dra. Cinara, ficou muito claro que há falta de pessoas, processos e automação nos cartórios que são demandados para os casos de adoção, pois muitas vezes estas requisições demoram anos em um mesmo status até receberem autorização para o próximo passo.

 

 

 

“O SEPRORGS se colocou à disposição para ajudar e pressionar as autoridades, para que possamos minimizar o tempo que crianças permanecem em casas de passagem sem que seus casos sejam resolvidos”, acrescentou Rossato.

 

 

 

 

“A experiência de entrega dos donativos do SEPRORGS as 25 crianças acolhidas no Abrigo SOS Casa de Acolhida foi muito feliz, pois comprova o interesse da comunidade porto-alegrense, em especial, dos amigos do SEPRORGS, no bem-estar dos nossos bebês institucionalizados. Cumprimento e agradeço a todos que contribuíram para a doação, assegurando-lhes que todos os produtos arrecadados serão muito bem aproveitados”, destaca a Dra. Cinara.

 

 

 

A SOS – Casas de Acolhida é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, que desde 1993 desenvolve um trabalho de dedicação e qualidade em prol da criança. O projeto tem como missão acolher crianças e adolescentes de 0 a 18 anos de idade, que foram vítimas de violência e que são afastados de seu meio familiar e comunitário, como medida de proteção especial.

 

 

 

Para isso, os profissionais que atuam na Casa se empenham e contam com a colaboração da comunidade para manter o projeto com doações.

 

 

 

A SOS - Casas de Acolhida fica na rua Ramiro Barcelos, 1893, Floresta, Porto Alegre-RS. O telefone para contato é (51) 3335.1333.

voltar